faaace

Logo após receber o laudo médico de sua quarta cirurgia na perna esquerda, o atleta niteroiense Emerson Falcão entrou em contato com a organização do WGP Kickboxing e, em comum acordo, decidiu abrir mão do cinturão dos Super Leves do WGP Kickboxing.

“Gostaria de informar a todos os meus fãs que a partir de hoje (30/01/2017), estou abrindo mão do cinturão de campeão dos Super Leves do WGP Kickboxing, evento do qual participo desde 2011 e que me abriu as portas pra inúmeras conquistas nacionais e internacionais”, afirmou o atleta.

Falcão conquistou seu cinturão ao vencer o GP que definiu o campeão da categoria no WGP #23. O atleta da Nova União/Chok Dee venceu Vinícius Bereta na semifinal e Marcus Vinícius na final do torneio, ambos por pontos, e marcou seu nome na história da organização como o primeiro campeão dos Super Leves do maior evento de trocação da América Latina.

De acordo com o relatório médico, Falcão precisa de um período de recuperação de aproximadamente 10 meses para voltar aos ringues e defender seu cinturão. Diante de tal perspectiva, o campeão tomou a dura decisão de deixar o cinturão vago para os seus adversários.

“Estou há um longo tempo impossibilitado de defender o meu título e, por não achar justo com o evento e nem com os meus companheiros de trabalho, deixo vago o cinturão para quem o merecer. Aproveito para deixar uma mensagem para todos que se importam e acompanham meu trabalho: vejo vocês em breve e pronto para retomar o meu lugar”, finaliza o lutador.