faaace

 

A organização do WGP Kickboxing vem por meio desta esclarecer a todos os amantes do kickboxing tudo sobre a luta ocorrida no WGP #35 – Final Tour entre os atletas Anderson Buzika e Guilherme ‘Ceará’ Sanchos e o futuro da divisão. O evento foi realizado no último dia 2 de dezembro, em Fortaleza, no Ceará e marcou a última edição do WGP no ano.

No momento da pesagem oficial, realizada no dia anterior ao evento, o atleta Anderson Buzika excedeu o peso limite da categoria. Mesmo com um prazo extra para bater o peso, o atleta não conseguiu perder a quantidade necessária e, conforme regulamento da WAKO PRO, a disputa pelo cinturão foi cancelada.

Entretanto, ainda com base nas regras da WAKO-PRO, foi feito um acordo entre os responsáveis pelos atletas que insistiram para que a luta ocorresse, até mesmo para que o atleta Guilherme Sanchos, que cumpriu sua obrigação, não saísse prejudicado. Conforme este acordo e, visto o resultado da luta, o WGP informa que:

– O atleta Anderson Buzika terá a vitória computada em seu cartel, porém sem a conquista do cinturão interino e sem a consequente oportunidade de disputa de título na categoria dos super-leves.

– O atleta Emerson Falcão segue como o único campeão da divisão dos super-leves.

Após esta vitória, Anderson Buzika, aconselhado por seu treinador Munil Adriano, pretende subir de categoria para buscar uma oportunidade de disputar o título do atual campeão Ravy Brunow na categoria dos meio-médios (até 71,8kg).

A organização gostaria ainda de agradecer e parabenizar o atleta Guilherme ‘Ceará’ Sanchos e sua equipe técnica, Marco Martins e Paulo “Cafu” Petinga, pelo profissionalismo e espírito esportivo. Não somente por insistirem na realização da luta independentemente da diferença de peso, mas principalmente por subirem ao ringue e, junto com seu adversário, proporcionar um verdadeiro show ao público presente.