faaace

As expectativas só aumentam para a estreia do WGP Kickboxing no Espírito Santo, no próximo dia 22 de julho. O maior evento de Kickboxing da América Latina chega pela primeira vez ao cenário capixaba na Arena de Vitória, na capital do estado, com a luta principal que os fãs locais mais esperavam. A campeã mundial Barbara Nepomuceno, capixaba de nascença e atual detentora do cinturão dos super-médios feminino (acima de 70kg), encara a paranaense Val Stanski na sua primeira defesa do título da categoria.

“Não tinha como chegar ao Espírito Santo e não colocar a Bárbara para liderar esse card. Ela terá um grande desafio contra a Val que é uma ótima lutadora e certamente vamos ver um belo show. Além disso temos o GP e muitas lutas que a galera vai gostar de assistir”, festeja Paulinho Zorello, diretor-executivo do WGP.

O posto de estrela do evento a Barbara Nepomuceno não se deve somente pelo fato de ser a lutadora da casa. A capixaba campeã do WGP e invicta na organização carrega o posto de ser a primeira mulher brasileira a conquistar o título mundial em modalidades de ringue em 2014. Aos 27 anos, ela venceu seus três duelos no WGP.  Nascida e criada em Cariacica, Bárbara pratica o kickboxing há quase oito anos e atuará pela primeira vez como profissional em casa, contando com a força de uma cidade inteira. O retrospecto no WGP tem a vitória na estreia, sobre Camila Guimarães por decisão unânime, depois na edição 26 um verdadeiro show contra Talita Moreno e para coroar as atuações disputou o cinturão diante da chilena Aylin Sobrino, no WGP #32, e mais uma vez levantou o público com uma bela vitória. Agora chegou a hora da capixaba finalmente atuar no Espírito Santo, diante de sua legião de fãs.

A adversária de Bárbara será a paranaense Val Stanski. Aos 31 anos, a lutadora natural de Ponta Grossa, no interior do estado, faz sua estreia no WGP, mas carrega consigo ótimos resultados no kickboxing amador. Com mais de 20 lutas disputas e apenas três derrotas, a paranaense é bicampeã brasileira, campeã pan-americana e tricampeã dos Jogos Abertos do Paraná. Val teve ainda o resultado mais relevante da carreira ao conquistar o 3º lugar no Mundial WAKO. Conhecida pela potência nos golpes, ela terá uma prova de fogo diante de Bárbara, também notada pela agressividade durante os combates.

A lutadora carrega ainda uma história curiosa. Ela é mãe de dois filhos, um de 13 e outro de 8 e só começou no esporte aos 27 anos com a intenção de perder peso e cuidar da saúde. O que era para ser um esforço virou paixão e a carreira foi consolidando com resultados cada vez mais expressivos. E é assim que a paranaense vai atrás do cinturão do WGP, sem temer o duelo com a campeã Bárbara em casa.

O evento conta ainda com o Challenger GP dos meio-médios (até 71,8kg) que define o próximo desafiante do campeão Ravy Brunow. Marcelo Dionisio, Luis Castañeda, Sebastian Martino e Weber Shrek brigam pelo posto. Além disso tem as superlutas internacionais recheadas de atletas locais e de destaques do cenário sul-americano, com os duelos entre o chileno Felipe ‘Artillero’ e o capixaba Denis Souza Junior e entre o boliviano Ivan Ibarbe e o brasileiro Felipe Siqueira.