arte-insta-wgp-44

Disputa de título e estreia de ex-UFC Viscardi Andrade são destaques

Se o ano passado foi de extrema importância para a história do WGP e reforçou a expansão da marca no mercado internacional, 2018 promete levar o maior evento de kickboxing da América Latina a patamares ainda mais altos.

A edição #44 já chega, literalmente, ‘chutando a porta’ no Ginásio Adib Moyses Dib, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, dia 23 de fevereiro. Entre as principais atrações, a disputa de cinturão vago e estreia do ex-atleta do UFC Viscardi Andrade. A transmissão ao vivo fica por conta do Canal Combate, Bandsports e Fox Sports.

Após a subida de categoria do então campeão Ravy Brunow, o título da divisão meio-médio (até 71.8kg) está vago. E dois atletas de vasta experiência entrarão em disputa franca pelo mérito: Bruno Gazani (União ABC) e Marcelo Dionísio (San Martino Fight Team), número 1 e 2 do ranking da categoria, respectivamente. As expectativas recaem na colisão entre o estilo intenso na curta distância de Gazani contra a versatilidade natural de Dionísio. O fator-casa também pode contar como diferencial, já que Gazani mora e treina em São Bernardo.

“Serão dois caras que ‘caem para dentro’ o tempo todo, não tem como não ser um lutão. Estar em casa sempre motiva mais. Tenho boas memórias de atuar aqui (em São Bernardo). Mas não posso me apegar apenas a isso. Fiz um camp de treinamentos duríssimo. Tomara que o adversário também esteja bem preparado”, disse o lutador.

Dionísio promete não se abalar com nada. “Os ‘coelhos da cartola’ que tenho guardados para meus oponentes aparecem em qualquer lugar (risos). Ter bastante torcida contra até me empolga. Ele (Gazani) é um cara em que me espelhei muito no começo da carreira. Mas agora é cada um por si. Nunca treinei tanto. Vai ‘dar ruim’ pra ele”, completou.

Polivalência
No co-main event da noite, Viscardi Andrade trocará os cages de MMA pelos ringues de kickboxing pela primeira vez na carreira. Ele encara o chileno Victor Valenzuela na categoria super-médio (até 78.1kg). “Vou 100% focado em mostrar novas habilidades. Minha equipe (Veras TK/CT Viscardi) tem vitórias de sobra no WGP. Tenho certeza que manterei a tradição”, afirmou o lutador, que recentemente passou uma temporada na Tailândia para aprimorar o repertório de golpes.

Novo desafiante
O Challenger GP desta edição trará mais meio-médios em ação. O brasileiro Mateus Gatti encara o paraguaio Fabrizio Flamig na primeira semifinal. Do outro lado, o duelo brasileiro entre Antonio Luciano e Robson ‘Minotinho’ promete levantar o público de São Bernardo.

Planejamento
Após a bem-sucedida realização da primeira edição internacional do WGP, no final de 2017, em Buenos Aires (Argentina), a organização visitará o Exterior mais vezes neste ano. “Em 2018 faremos dez edições do WGP, um número recorde. E pelo menos três delas estão programadas para fora do Brasil. Iremos novamente para Argentina, e também ao México. É ousado, mas já temos cacife e experiência para isso. Essa temporada certamente ficará marcada na história da nossa organização”, disse o presidente Paulinho Zorello.

Serviço
WGP #44: Bruno Gazani vs Marcelo Dionísio
Data: 23/02/18
Local: Ginásio De Esportes Adib Moyses Dib (Av. Kennedy, 1155 – Parque Anchieta, São Bernardo do Campo/SP)
Horário: a partir das 18h
Transmissão ao vivo do card principal: BandSports, FoxSports e Combate

 

WGP#44 – Main Card (sujeito a alterações)

WGP Light-Middleweight Title Bout
Peso Meio-Médio (71,8 kg)
Bruno Gazani (União ABC) vs Marcelo Dionísio (San Martino Fight Team)

Super Fight
Peso Super-Médio (78,1 kg)
Viscardi Andrade (Veras TK/CT Viscardi Andrade) vs Victor Valenzuela (Brutal Striker/WAKO Chile – CHI)

Super Fight
Peso Pesado (94,1 kg)
Alexandre ‘Sagat’ (Equipe S13/Gustavo Fratti Team – BRA) vs Emiliano Sordi (Unidos/Dojo Serpiente – ARG) vs

Challenger GP: Final
Peso Meio-Médio (71,8 kg)
Vencedor Semifinal 1 vs Vencedor Semifinal 2

Super Fight
Peso Leve Feminino (60 kg)
Aline Pereira (Peso Pesado Team) vs Mayza Borges (Chacal Fight)

Super Fight
Peso Leve (60 kg)
Diego Piovesan (União ABC – BRA) vs Felipe ‘Artillero’ (Company Top Fight – CHI)

Super Fight
Peso Meio-Médio (71,8 kg)
Daniel Dias (União ABC) vs Eliezer Silva (Hullks Fight School)

Super Fight
Peso Super-Leve (64,5 kg)
Jonathan Ferreira (Coliseu Team) vs Maycon Oller (Serginho Team)

Challenger GP: Semifinal 2
Peso Meio-Médio (71,8 kg)
Robson ‘Minotinho’ (Coliseu Team) vs Antônio Luciano (FX Kickboxing)

Challenger GP: Semifinal 1
Peso Meio-Médio (71,8 kg)
Mateus Gatti (Nak – BRA) vs Fabrizio Flamig (Team Ram/Team Pain – PAR)
WGP #44 Undercard (sujeito a alterações)
Fight
Peso Meio-Médio (71,8 kg)
Manoel Sousa (União ABC/Octógono) vs Raphael da Silva (Squadrão Thai)

Fight
Peso Super-Médio (78,1 kg)
Jonas Julio (Nova Geração) vs Kaio Modric (Serginho Team)

Fight
Peso Super-Médio (78,1 kg)
Davison de Souza (União ABC) vs Thiago Santos (Família Furacão)

Fight
Peso Galo Feminino (54 kg)
Bia Molina (Serginho Team) vs Karina Teixeira (RFW)

Fight
Peso Super-Leve (64,5 kg)
Vinicius Barros (Santiago Team/Seven Fight) vs Leonardo ‘Buakaw’ (Iron Brothers)

Fight
Peso Leve (60 kg)
Leandro Rodrigues (Rocha União Fight) vs Breno Leal (Peso Pesado Team)