faaace

Campeão dos leves, Hector Santiago aponta mistério como chave do sucesso no WGP 46: ‘Divulgo meu trabalho dentro do ringue’

Campeão peso-leve (até 60kg) do WGP, Hector Santiago é um kickboxer apaixonado pela profissão que escolheu. Invicto há seis combates na organização, o atleta de São Bernardo do Campo (São Paulo) faturou o cinturão na edição 36 (vitória por pontos sobre Bruno Cerutti). Sete edições depois, o defendeu pela primeira vez contra o anfitrião argentino Ignácio Cappllonch, em Buenos Aires.

No WGP 46, que acontece dia 18 de maio, em São Paulo, Santiago terá novo encontro marcado contra um ‘hermano’, desta vez Facu Suarez, que virá ao Brasil com chance de fazer história e conquistar o primeiro título da organização para seu país.

O campeão prefere manter um tom discreto, seja com palavras, treinamentos ou bastidores. Neste bate-papo, falou sobre o desafio, o lado psicológico inabalável e camps de acesso restrito.


WGP – Dizem que a primeira defesa de cinturão é sempre a mais difícil, por toda pressão psicológica envolvida. Você ainda a fez na casa do adversário. A nova empreitada tem sido menos turbulenta neste sentido?


Hector Santiago –
 Estou muito confiante, mas isso é algo que sempre foi intenso na minha carreira como lutador. Estava bem convicto de que venceria na argentina, como também nas outras lutas pelo WGP. Mantenho isso na mente de forma inabalável. Desta vez, não será diferente.


Você tem demonstrado um padrão de contragolpes muito sólido nas últimas atuações. A ideia é manter essa base estratégica para o novo combate?

O contragolpe é a especialidade da casa, e com certeza será mantido como base tática. Estou sempre trabalhando duro para agregar técnicas ao meu jogo nesse sentido. Dia 18 de maio chegarei para o combate repleto de novidades.


O Facu é mais um kickboxer que pode fazer história e se tornar o primeiro argentino campeão do WGP. Isso o torna mais perigoso em que sentido?

Na grande maioria, os argentinos desta geração de lutadores têm técnicas muito refinadas, e ele (Facu) não é diferente. O padrão de kickboxing brasileiro é mais agressivo e raçudo.


E quais os pontos mais fortes dele que você destacaria?

Ele é um atleta que busca muito a luta, tem combinações rápidas e explosivas. Isso favorece meu jogo em todos os sentidos.


Seu treinador gosta bastante de manter seus camps de treinamentos mais reclusos e com acesso restrito. Isso realmente faz a diferença?

Na verdade nunca fizemos questão de ‘esconder’ meus camps. Quando estamos em preparação pra um combate, nosso único foco é no rendimento, tanto técnica quanto fisicamente. Faz bem manter certo nível de mistério. Divulgo meu trabalho dentro do ringue”.


Afinal, o que tem na água de São Bernardo pra aparecerem tantos campeões de kickboxing como nos últimos tempos?

Acredito que São Bernardo é uma cidade abençoada com ótimos treinadores, o que têm feito a diferença no cenário internacional do kickboxing com trabalhos muito bem realizados.


SERVIÇO

WGP #46: Diego Gaúcho x Ravy Brunow
Data: 18/5/2018
Local: Ginásio Mauro Pinheiro: Rua Abílio Soares, 1300, São Paulo – SP
Transmissão AO VIVO: Bandsports, FoxSports e Combate
Horário: A partir das 19h

CARD PRINCIPAL

WGP Super Middleweight Title Bout
Peso Super-Médio (até 78.1kg)
Diego Gaúcho x Ravy Brunow

WGP Lightweight Title Bout
Peso-Leve (até 60kg)
Hector Santiago (BRA) x Facu Suarez (ARG)

Pan-American Title Fight W.A.K.O.
Categoria até 53kg feminino
Lailane Mota (BRA) x Jacqueline Ayala (CHL)

Super Middleweight GP – Final
Peso Super-médio (até 78.1kg)
Vencedor Semi 1 x Vencedor Semi 2

Super Middleweight GP – Semifinal 1
Peso Super-médio (até 78.1kg)
Rodolfo ‘Cavalo’ x Jonas Júlio

Super Middleweight GP – Semifinal 2
Peso Super-médio (até 78.1kg)
Alex Canguru x Thiago ‘Golden Boy’ Conceição

Super Fight
Peso Cruzador (até 85.1kg)
Cesar Almeida x Nattan Novak

Super Fight
Peso super-médio (até 78.1kg)
Patrick Furtado x Thiago Paulist

Super Fight
Peso Super-Leve (até 64.5kg)
Stevens Suarez (COL) x Jonathan Ferreira (BRA)

**Mais lutas serão anunciadas em breve**