faaace

Ex-lutador do UFC debuta na modalidade como profissional em combate internacional frente a chileno

Seja em tatames, cages, ringues ou qualquer outro território, a polivalência tem se tornado senso comum para muitos lutadores modernos. É sob esse lema que Viscardi Andrade rege a carreira na atualidade.

Após atuações de destaque no MMA nacional e a participação na segunda edição do TUF (The Ultimate Fighter Brasil), fato que o levou a entrar para o UFC, em 2013, o paulista está pronto para uma nova empreitada: a primeira luta profissional de kickboxing, no WGP #44, contra o chileno Victor Valenzuela, dia 23 de fevereiro, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. O combate será válido pela categoria super-médios (até 78.1kg) e transmitido ao vivo por BandSports, Combate e FoxSports.

“O show para o público eu garanto. Treino há mais de dez anos com campeões de kickboxing e muay thai, mas quase sempre com foco no MMA. Agora a parada vai ser outra, muito mais purista e direta. Abracei esse desafio para sair da zona de conforto e manter o nível de motivação em dia. Não vejo a hora de subir no ringue”, disse.

O apreço pelo WGP também vem do histórico de tradição da equipe de Viscardi (Veras TK/CT Viscardi) no ringue da organização. Aluno direto de Francisco Veras, ele conta com parceiros de treino do quilate de Paulo Tebar, atual campeão da divisão super-leve (até 64.5kg).

“A adaptação ao kickboxing tem acontecido naturalmente neste camp. Tenho parceiros de treino com qualidades de sobra para me colocar pressão neste sentido diariamente. Estou preparado para qualquer coisa”, ressaltou o lutador.

Terras tailandesas

O início de Viscardi no mundo das competições das modalidades tradicionais de striking contou com aquecimento ‘de luxo’. Em 2017, passou uma temporada na Tailândia, afiando os golpes no muay thai, fato que o levou a competir uma vez no solo do país.

“Fiz a luta principal de um dos grandes estádios por lá. Foi contra um cara experiente, e venci por nocaute no primeiro assalto. Isso foi essencial para a pegar essa oportunidade no WGP”, afirmou.

Serviço

WGP #44: Bruno Gazani vs Marcelo Dionísio
Data: 23/02/18
Local: Ginásio De Esportes Adib Moyses Dib (Av. Kennedy, 1155 – Parque Anchieta, São Bernardo do Campo/SP)
Horário: a partir das 19h
Transmissão ao vivo do card principal: BandSports, FoxSports e Combate

WGP#44 – Main Card (sujeito a alterações)

WGP Light-Middleweight Title Bout
Peso Meio-Médio (71,8 kg)
Bruno Gazani (União ABC) vs Marcelo Dionísio (San Martino Fight Team)

Super Fight

Peso Super-Médio (78,1 kg)

Viscardi Andrade (Veras TK/CT Viscardi Andrade) vs Victor Valenzuela (Brutal Striker/WAKO Chile – CHI)

Super Fight

Peso Pesado (94,1 kg)
Emiliano Sordi (Nova União Argentina-ARG) vs TBD

Challenger GP: Final

Peso Meio-Médio (71,8 kg)
Vencedor Semifinal 1 vs Vencedor Semifinal 2

Super Fight
Peso Leve Feminino (60 kg)

Aline Pereira (Peso Pesado Team) vs Mayza Borges (Chacal Fight)

Super Fight
Peso Leve (60 kg)
Diego Piovesan (União ABC) vs Felipe ‘Artillero’ (Company Top Fight – CHI)

Super Fight

Peso Meio-Médio (71,8 kg)
Lucas Almeida (Liga Sorocabana de Kickboxing) vs Eliezer Silva (Hullks Fight School)
Super Fight

Peso Super-Leve (64,5 kg)
Jonathan Ferreira (Coliseu Team) vs Maycon Oller (Serginho Team)
Challenger GP: Semifinal 2

Peso Meio-Médio (71,8 kg)
Robson ‘Minotinho’ (Coliseu Team) vs Antônio Luciano (FX Kickboxing)

Challenger GP: Semifinal 1

Peso Meio-Médio (71,8 kg)
Mateus Gatti (Nak – BRA) vs Fabrizio Flamig (Team Ram/Team Pain – PAR)
WGP #44 Undercard (sujeito a alterações)

Fight

Peso Meio-Médio (71,8 kg)
Manoel Sousa (União ABC/Octógono) vs Raphael da Silva (Squadrão Thai)

Fight

Peso Galo Feminino (54 kg)
Bia Molina (Serginho Team) vs Karina Teixeira (RFW)

Fight
Peso Super-Leve (64,5 kg)
Vinicius Barros (Santiago Team/Seven Fight) vs Leonardo ‘Buakaw’ (Iron Brothers)

Fight

Peso Super-Médio (78,1 kg)
Jonas Julio (Nova Geração) vs Kaio Modric (Serginho Team)

Fight

Peso Super-Médio (78,1 kg)
Davison de Souza (União ABC) vs Thiago Santos (Família Furacão)

Fight

Peso Leve (60 kg)
Leandro Rodrigues (Rocha União Fight) vs Breno Leal (Peso Pesado Team)