faaaakkk

Sorocaba recebeu sábado (5 de maio) o WGP 45 em mais uma noite repleta de momentos e combates emocionantes. Entre os destaques, a manutenção do título dos pesados do campeão Felipe Micheletti em uma das melhores lutas da categoria dos últimos anos, a conquista do cinturão inaugural peso-pena feminino pela estreante Brena Cardozo e o nocaute embasbacante do argentino Leo Corrales sobre o brasileiro Gustavo Piacentini.

Chumbo grosso
Na luta principal da noite, Felipe Micheletti precisou dos cinco rounds para vencer o chileno Ivan Galaz por decisão unânime e manter o título dos pesados. O campeão optou em cadenciar o confronto nas primeiras parciais usando jabs e chutes pontuais para controlar a distância. Galaz respondia as investidas com boas combinações e caçava o tempo todo alguma oportunidade para conectar os potentes cruzados de direita, o que conseguiu em pelo menos duas oportunidades, abalou momentaneamente o brasileiro e ressaltou o alto nível de competitividade do combate.

Micheletti soltou o jogo pra valer a partir do quarto round, com cruzados, ganchos e forte joelhadas altas quando encurralava o adversário contra as cordas do ringue, fórmula que garantiu um knockdown e atestou a vitória por decisão unânime. Foi a segunda defesa de cinturão do lutador sorocabano.

“O desfecho não poderia ser melhor. Aqui (Sorocaba) é minha casa, tem uma energia diferente. O Ivan (Galaz) veio totalmente preparado, foi um adversário duríssimo e que valorizou cada instante da minha vitória”, afirmou o campeão.

Estreia de ouro
Brena Cardozo faturou o GP da noite e se tornou primeira campeã do peso-pena feminino (até 56kg), a mais nova categoria incorporada oficialmente à organização. Frente a duas oponentes conhecidas pela agressividade, a carioca abusou da dinâmica de movimentação e dos contragolpes para bater Daiana Torquato e Elaine Lopes, respectivamente, e levar o cinturão inaugural da divisão para casa.

Brutal
Na primeira Super Fight entre Brasil e Argentina, o ‘hermano’ Leo Corrales nocauteou o brasileiro Gustavo Piacentini de forma espetacular. Ainda no primeiro round, Corrales esperou um direto do oponente para esquivar e contragolpear com um chute alto, que atingiu em cheio no queixo e ‘desligou’ Piacentini imediatamente.

WGP #45 Card Principal
Felipe Micheletti venceu Ivan Galaz por decisão unânime
Brenda Cardozo venceu Elaine Lopes por decisão dividida
Lucas Almeida venceu Damian Segovia por decisão unânime
Leo Corrales venceu Gustavo Piacentini por KO no 1º round
Brena Cardozo venceu Daiana Torquato por decisão unânime
Elaine Lopes venceu Aline Pereira por decisão unânime
Diego Black Batista venceu Gustavo Jones por decisão unânime
Ivan Villas Boas venceu Bruno Brazil por decisão unânime
Luiz Francischinelli venceu Marcos Carvalho por KO no 3º round
Rodolfo Bellato venceu Ronilson Mamute por KO no 1º round

WGP #45 Undercard
Jean Matsumoto venceu Tawan Dias por decisão unânime
Marcos Alves venceu Fábio Fernandes por decisão unânime
Leonardo Pereira venceu Claudemir Esteves por decisão dividida
Marcos Lolata venceu Samuel Lima por KO no 2º round
Isabele Almeida venceu Stephanie Forcin por decisão dividida