faaace

Falta pouco para mais uma edição do WGP Kickboxing. A estreia da organização no Chile, no próximo dia 24 de maio, marca o retorno de um nome muito conhecido dos fãs. O chileno radicado no Brasil Felipe Artillero é uma das estrelas da noite que terá o duelo pelo cinturão dos cruzadores entre Cesinha Almeida e Ivan Galaz como main event. Artillero encara o argentino Facu Suarez no card principal, pela divisão dos leves (até 60kg) no WGP 54 e falou sobre a oportunidade de se apresentar em casa, o retorno ao evento após mais de um ano parado e muito mais. O card conta ainda com um GP dos super-médios eletrizantes que define o próximo desafiante ao cinturão da categoria.

Aos 27 anos, Felipe Artillero é nascido e criado em Santiago, capital chilena e sede do WGP 54. Há alguns anos, logo após estrear no evento, Artillero se mudou para o Brasil, especificamente em Piracicaba e passou anos na equipe de Wilson Theodoro, a Company Top Fight. Com sete duelos disputados no evento, sendo quatro vitórias e três derrotas, Artillero retornou ao seu país em 2019 para ficar mais perto da família e foi premiado com a estreia do WGP no Chile. E ele classificou a oportunidade com um sonho.

“Estou morando no Chile, vim por que queria ficar mais perto da família, mas vai ser só esse ano. Vou voltar pro Brasil, é um país maravilhoso e que me oferece tudo que preciso. Voltar ao WGP depois de um ano e três meses é maravilhoso e sinto que será uma nova oportunidade. Volto com a mesma vontade e alegria, mas estou voltando muito mais preparado que antes, amadureci mais como pessoa e estou focando mais no meu objetivo. Agora tudo será diferente”, afirma.

Além da nova fase em seu país de origem, Artillero garante que mudou também o estilo de jogo, além de ter intensificado o ritmo dos treinamentos. “Para esta luta mudei muito meu jogo, estou fazendo bastante boxe, mudando um pouco meu estilo que sempre foi usar bastantes chutes. E agora adicionamos o boxe mais afiado. Minha estratégia realmente vai ser surpreender, venho pra bater mesmo, fazer meu rival errar o máximo possível. Mas eu venho pra bater bastante”.

E para fazer a festa da torcida chilena, Artillero terá pela frente o argentino Facu Suarez, tão experiente quanto ele no WGP. ““Eu conheço bem Facu, a gente se fala bastante. Ele é um rival muito perigoso, utiliza os contra-ataques com muita força, tem os pés bem cravados no chão. E vem de um camp na Tailândia e com um jogo muito agressivo. Estou estudando ele detalhadamente e tenho certeza que será uma grande luta”, finaliza.

Veja abaixo as demais respostas de Artillero.

Futuro na categoria
“Para chegar até o cinturão não tem segredo, é só treinar, treinar e treinar. Estou com muita vontade de entrar novamente no GP dos 60 pra poder conseguir minha chance de disputar o cinturão. Tenho vários lutadores que ainda falta enfrentar, sempre com todo respeito por eles eles, mas tem o Hector Santiago, Bruno Cerutti… E claramente também estou esperando minha revanche com Piovesan, mas como sempre falei, venha quem vier eu vou me preparar bem”.

WGP no Chile
“Temos a primeira vez do WGP no Chile e pra nós é um sonho. Tanto para os que já tem lutado na organização como para os que vão estrear. Um pouco de ansiedade para que tudo saia bem, mas é sim uma motivação extra, tenho minha família do lado, meus amigos e todos meus companheiros de sempre. Até minha namorada que vai viajar do Brasil para assistir a luta. É realmente um sonho e vamos dar o melhor para trazer novamente o WGP no Chile”.

Treinamento com Ivan Galaz
“Ter Galaz por perto sempre foi motivo de alegria e confiança, junto com toda a equipe. Tanto os que são da Brutal Striker como os que não são, estaremos todos unidos. E essa união gera uma energia e motivação a mais pra essa luta”.

Cesinha vs Galaz
Sobre Galaz e Cesinha acho que vai ser um lutão, sem dúvidas. Acredito que o Galaz vai levar, ele vem se preparando forte e focado. Sei que Cesinha também, são os melhores da categoria, mas acredito no meu compatriota. Quem mais vai ganhar vai ser o público, porque vão ver um show do começo até o fim”.